quarta-feira, 30 de junho de 2010

FALANDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NA UFSCar

Emerson Leal (vice-prefeito de São Carlos), Dirceu Barbano (Anvisa) e eu, hoje pela manhã na UFSCar

Participei como convidado na manhã de hoje (30) na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) da oficina de trabalho “Incubadoras de Empresas e Regulação Sanitária”, em evento realizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em parceria com o Sebrae e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), e que contou com o apoio da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), Prefeitura de São Carlos e UFSCar.

Fui um dos palestrantes do painel que abriu o evento, intitulado “Inovação e desenvolvimento do complexo industrial da saúde no Brasil” e que foi coordenado pelo diretor da Anvisa, Dirceu Barbano. Além de nós dois, participaram da mesma mesa no Teatro Universitário Florestan Fernandes o prefeito de São Carlos, Oswaldo Barba; o diretor da ABDI, Clayton Campanhola; o coordenador geral da Secretaria Nacional de Ciência e Tecnologia, José Coutinho do Nascimento; a representante do Sebrae Nacional, Ana Lúcia Moura; a representante da Anprotec, Kátia Aguiar; além da professora da UFSCar, Roseli Ferreira da Silva, representando o reitor Targino de Araújo Filho.

O objetivo geral do evento foi conhecer os aspectos legais e operacionais da área de atuação da Vigilância Sanitária, promover e ampliar o intercâmbio de informações no segmento das incubadoras de empresas na área de saúde e identificar etapas que contribuam para a consolidação do processo e a viabilização da produção das micro e pequenas empresas na área de saúde. Nesse sentido, ministrei a palestra “Inovação e Desenvolvimento Econômico: uma agenda para o Brasil, uma agenda para São Carlos”.

Falei sobre um grande projeto lançado durante minha gestão como prefeito municipal (2001/2008) - o Centro de Inovação e Tecnologia em Saúde (CITESC), que foi possível graças a uma parceria com o Governo Federal (ministérios da Saúde e da Ciência e tecnologia), Prefeitura de São Carlos e o Parque Eco-Tecnológico Damha. O CITESC conta com recursos da ordem de R$ 12 milhões e fará com que o país tenha produção própria de equipamentos da área da saúde hospitalar, num pontapé inicial utilizando-se da tecnologia de ponta produzida em nossos renomados centros de pesquisa da cidade e da região, deixando de importar e ser dependente do que é produzido no exterior.

Segundo Dirceu Barbano, as empresas incubadas representam o meio pelo qual as universidades, os pesquisadores e os professores conseguem levar produtos desenvolvidos nas pesquisas para o mercado onde nem sempre conseguem se colocar diante das normas sanitária e ambiental. Para ele, o evento discutiu exatamente quais têm sido as implicações da regulação sanitária nessa capacidade delas inovarem e colocarem os produtos no mercado levantando problemas e soluções. O amigo e diretor da Anvisa ainda destacou que São Carlos foi escolhida por ser um exemplo claro de produção de ciência, novos produtos, onde as incubadoras têm um papel importante.

MAIS RECURSOS DO GOVERNO FEDERAL PARA O BROA

Dr. Omar, Barba, eu e Salla: união pelo Broa

Além da visita a São Carlos ontem (29) para o evento ligado à Cidade da Energia, os representantes do Governo Federal presentes também anunciaram a liberação de recursos relacionados ao projeto “Viva o Broa”. O ministro do Turismo, Luiz Barretto, liberou R$ 153 mil para a iluminação pública no balneário Santo Antônio (Broa-Itirapina), enquanto o Ministério da Ciência & Tecnologia (MCT), através de seu secretário-geral, Luiz Antônio Elias, confirmou os seguintes recursos para a cidade de Brotas: R$ 450 mil para iniciar o projeto “Capacitação em Educação Ambiental, Pesquisa e Monitoramento na Bacia Hidrográfica da Represa do Lobo (Broa)” e outros R$ 215 mil para a segunda etapa do projeto “Parque dos Saltos”.

A parceria entre os municípios de São Carlos, Brotas e Itirapina, para revitalização do Broa, acumula agora investimentos da ordem de R$ 2.090.000,00. Me sinto muito feliz com isso na condição de coordenador geral do projeto. Presentes ao evento realizado no Paço Municipal, os prefeitos das cidades consorciadas para a execução do projeto, Oswaldo Barba (São Carlos), Omar Oliveira Leite (Itirapina) e Antônio Benedito Salla (Brotas), também elogiaram a atuação efetiva do Governo Federal em relação às demandas do consórcio intermunicipal do projeto “Viva o Broa”.

Fiquei lisonjeado com a fala do prefeito Salla, que me agradeceu publicamente pelo trabalho e empenho na intermediação junto ao Governo Lula destes recursos que são muito importantes para Brotas. O prefeito de Itirapina, Dr. Omar, disse que “a iluminação pública que ganhará o balneário junto à orla do Broa garante mais segurança para todos os visitantes e moradores da represa”.

Já o meu amigo e companheiro Oswaldo Barba, prefeito anfitrião do evento, destacou que “os moradores de São Carlos representam 80% dos freqüentadores e proprietário de imóveis do Broa e por isso a cidade tem um compromisso moral de participar deste consórcio e auxiliar as cidades de Itirapina e Brotas na recuperação do balneário, para que o mesmo possa daqui pra frente usufruir de um desenvolvimento sustentável”.

É grande o avanço nos trabalhos do projeto, que teve início no primeiro semestre de 2009. O Broa é um dos mais belos cartões postais do interior paulista e cumpre importante papel no turismo e na economia da região. É nosso dever cuidarmos bem da nossa represa. Vamos em frente!

terça-feira, 29 de junho de 2010

CIDADE DA ENERGIA: UMA REALIDADE E SÃO CARLOS NA AGENDA NACIONAL

Esta união consolidou a Cidade de Energia em São Carlos, um projeto de vanguarda para o Brasil

Devemos guardar bem este 29 de junho de 2010. Trata-se de uma data histórica para a cidade de São Carlos. Com as presenças ilustres do ministro do Turismo, Luiz Barretto, e do secretário-geral do Ministério da Ciência & Tecnologia (MCT), Luiz Antônio Elias, foram liberados pelo Governo Federal R$ 19,7 milhões, que serão utilizados na primeira etapa das obras de infra-estrutura da Cidade da Energia. Essa fase consiste na duplicação de 7 km da rodovia vicinal Guilherme Scatena, acesso ao futuro empreendimento, que terá investimentos estimados em mais de R$ 80 milhões, numa parceria do Governo Federal, Embrapa, Prefeitura de São Carlos e Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

Num processo que teve início no ano de 2007, ainda sob a minha gestão e com continuidade agora no governo do prefeito Oswaldo Barba, São Carlos irá sediar um mega-projeto estratégico para o país e que colocará São Carlos em evidência, isto é, na vitrine no que se refere aos processos de produção das energias limpas e renováveis. Quando a Abimaq nos procurou há três anos, este sonho parecia distante, mas a determinação de São Carlos e de todos os parceiros envolvidos no projeto transformou ele em realidade.

O ministro Barretto, demonstrando mais uma vez numa visita a São Carlos todo o carinho do Governo Lula para com o município, disse que a Cidade da Energia fomentará o turismo de negócios na região. Já Luiz Antônio Elias, falando pelo MCT, confirmou que as parcerias entre União e municípios também são importantes para aproximar a população do conhecimento científico e citou como exemplo disso o projeto da Cidade da Energia. Para ele, trata-se de um projeto de inclusão social que, no futuro, será um instrumento de geração de emprego e renda para a cidade e toda a região central do estado de SP.

Quem acompanhou todo o processo que resultou na consolidação da Cidade da Energia em São Carlos sabe que ela mudará a história do município e de toda a região. Com isso, ganham todos nós! Gostaria de agradecer aqui, assim como fiz publicamente na cerimônia de hoje, tanto no Paço Municipal como na inauguração do escritório da Abimaq (que vai cuidar do passo-a-passo para a implementação do projeto) ao companheiro e amigo prefeito Oswaldo Barba, a Luiz Aubert Neto (presidente da Abimaq), Celso Casalle (diretor da Abimaq e grande sãocarlense), aos representantes do Governo Federal (ministro Barretto e secretário Elias) e, claro, aquele que, ao ser apresentado ao projeto, decidiu que ele sairia do papel e se tornaria uma realidade para o progresso do país, o nosso presidente Luís Inácio Lula da Silva. Viva São Carlos e viva o Brasil!

segunda-feira, 28 de junho de 2010

UMA CAMINHADA E MUITOS PEDALADAS CONTRA AS DROGAS

Caminhada reuniu muito gente na manhã deste domingo em São Carlos

Prefeito Barba e eu no encerramento da Semana Antidrogas

Na manhã de ontem participei de uma atividade em São Carlos que cumpriu duas funções - fez bem pra saúde e, principalmente, nos coloca também diante de um árduo e constante trabalho, que é a prevenção contra as drogas. Estive junto com muita gente na "Caminhada e Pedalada da Sobriedade", que encerrou a Semana Municipal Antidrogas.

A pedalada saiu do Shopping Iguatemi e a “Caminhada” da praça XV. Ambas terminaram no mesmo ponto, com um grande encontro no Ginásio do Zuzão, na Vila São José. Prestigiaram o evento integrantes de clínicas de reabilitação para dependentes químicos, como o Missão Resgate de Vidas, Amor Exigente e Casa Dia. Estive ao lado do nosso prefeito Oswaldo Barba e de outros amigos ligados a vários parceiros do evento, como a Pastoral da Sobriedade, Conselho Comunitário de Segurança, Colégio Diocesano La Salle, entre outros, além do apoio do Sindicato de Metalúrgicos de São Carlos.

A Semana Antidrogas de São Carlos teve sua abertura oficial no último dia 21 e trouxe cursos e palestras sobre diferentes assuntos relacionados aos danos causados pelas drogas e também sobre informações de como encontrar ajuda para tratar o vício. Em minha gestão como prefeito de São Carlos (2001/2008) criamos uma Rede de Proteção Social, cujos projetos auxiliavam de maneira integrada na prevenção efetiva às drogas. Isso nos rendeu vários prêmios e reconhecimento nacional e hoje somos referência para todo o país na proteção às nossas crianças e jovens. Outros municípios copiam nosso modelo e isso é motivo de orgulho para todos nós sãocarlenses.

CNJ COMPROVA QUE MODELO DO NAI É MAIS EFICAZ QUE O DA FUNDAÇÃO CASA

* Conselho Nacional de Justiça escolheu São Carlos como modelo nacional em relação às medidas sócio-educativas para jovens em conflito com a lei


Em 2001 criamos uma rede de proteção social em São Carlos, que inclui projetos e ações ligadas à promoção e proteção da criança e do adolescente e que é considerada a melhor do país. Os resultados desse processo nos valeram na última semana uma indicação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) veiculada nacionalmente na imprensa, de utilizar a experiência vitoriosa do Núcleo de Atendimento Integrado (NAI) em outras cidades brasileiras comprovando que o modelo escolhido em São Carlos, defendido e apoiado pelo Governo Lula, é mais eficiente que o adotado pelo Governo do Estado, a Fundação Casa, que é baseado no modelo pedagógico da antiga Fundação Estadual para o Bem-Estar do Menor (Febem).

O NAI e as medidas sócio-educativas aplicadas com os adolescentes em conflito com a lei foram consideradas modelo para o CNJ. No último dia 22, o Conselho lançou o projeto Mutirões da Cidadania, que desenvolverá ações para garantir direitos fundamentais a grupos de maior vulnerabilidade social como idosos, crianças, adolescentes, mulheres e portadores de necessidades especiais.

Na área de infância e juventude, o CNJ decidiu indicar o modelo do NAI de São Carlos para todas as cidades do Brasil. O objetivo é estimular a criação de Núcleos de Atendimento Multidisciplinar para atender menores infratores como acontece com sucesso em São Carlos. Este tipo de atendimento é implantado pela Prefeitura em parceria com o Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria e Segurança Pública e Estado. Nossa experiência foi pioneira, ganhou reconhecimento da sociedade, do Governo Federal e é uma pena que o governo estadual o deixe em segundo plano, porém diversas prefeituras do Brasil inteiro nos procuram para implantar este modelo vitorioso e isso nos gratifica muito.

O fato do NAI ser referência para o CNJ é uma honra. O NAI não é apenas um caminho. O NAI é uma realidade. O trabalho humanizado para se investir na recuperação da criança e do jovem dá resultado e mostra qual o rumo que a nossa sociedade deve seguir.

Citando que nos últimos anos o NAI recebeu muitos prêmios importantes, entre eles, o “Innovare: a Justiça do Século XXI”, um dos mais reconhecidos da área e concedido pela Fundação Getúlio Vargas e pelo Ministério da Justiça, que relembrar que São Carlos novamente dá exemplo para todo o Brasil, porque trata seus jovens com o respeito que eles merecem. O que foi feito pelo padre Agnaldo Soares de Lima, o juiz João Batista Galhardo Jr e a então secretária Rose Mendes, entre outros, e que agora tem continuidade no governo do prefeito Oswaldo Barba, é uma mostra de que é possível acreditar no ser humano, pois todos estamos sujeitos a cometer equívocos e merecemos chance de recuperação.

Lembrou também que a efetivação do trabalho do NAI era uma das prioridades da nossa primeira gestão (2001/2004) e que hoje os frutos são colhidos por toda a sociedade sãocarlense, que acreditou e apóia o projeto até hoje. Este é o maior prêmio para nós gestores públicos, ou seja, ter o reconhecimento de nossa cidade e agora, novamente, de todo o país.

São Carlos é considerado o município do país com o menor Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ-V), com base em dados de 2006 divulgados em novembro passado pelo Ministério da Justiça e Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

sábado, 26 de junho de 2010

DILMA E MERCADANTE: O RESGATE DA EDUCAÇÃO PÚBLICA PAULISTA

(Foto - cortesia: César Ogata)
Em artigo anterior (Urge recuperar a educação pública em SP – 1a parte) manifestei minha inconformidade com a destruição da qualidade da escola, promovida em quase três décadas por governos estaduais descrentes do papel estratégico que a educação representa no contexto do crescimento econômico e da construção da cidadania. O fio condutor dessa tragédia paulista foi competentemente tecido por Serra ao nomear como seu Secretário da Educação o mesmo profissional tucano que iniciou o (des)serviço em 1983.

Essa avaliação não decorre apenas da minha condição de educador ou simplesmente de adversário político dos tucanos. Senti na pele, como pai, a progressiva deterioração da qualidade do ensino, já que três dos meus filhos frequentaram a escola pública em São Carlos. Acompanhei de perto o drama dos professores e funcionários e suas constantes manifestações, mobilizações e greves que tentavam e tentam em vão conter a avassaladora desvalorização profissional e chamar a atenção da sociedade para a conspiração praticada contra o futuro das nossas crianças e jovens.


Em vão, porque o estado mais rico da nação oferece o 14o piso salarial do país. Em vão, porque o desempenho escolar dos alunos paulistas se encontra abaixo da média nacional. Os resultados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) dão números à essa triste realidade.


Juntos, Dilma e Mercadante vão dar um fim a esse pesadelo!


Ela, porque dará continuidade ao auspicioso e reconhecido trabalho iniciado em 2003, imbuída, como demonstrou na convenção do PT no dia 13 de junho, que a educação, a ciência e a tecnologia são passaportes para a erradicação da pobreza e construção do Brasil potência mundial. Escrevo isso com a convicção e o orgulho de quem teve o privilégio de coordenar o programa de governo do presidente Lula nessas áreas em 2002 e contribuir, agora, com a elaboração da plataforma da nossa candidata à presidência.


Ele, porque revolucionará a educação quando governador. Ao tê-la elegido como política pública prioritária, Mercadante promoverá a redenção educacional do estado a partir de um plano construído com a contribuição efetiva dos profissionais da rede, das universidades e da sociedade civil. Tudo em sintonia e articulação com os programas executados pelo governo federal. Escrevo isso com a certeza e orgulho de quem milita há três décadas ao lado desse grande político e educador.


Tudo isso está em nossas mãos. É só nós querermos. Nossos descendentes certamente nos agradecerão por isso.


*****


P.S.: A indicação pelo PDT, do professor Coca Ferraz, da USP São Carlos, para vice, engrandece a chapa do Mercadante e reforça o compromisso com a educação que seu governo terá.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

CONVENÇÃO DO PT-SP HOMOLOGA CANDIDATURAS PARA ELEIÇÕES 2010

Coca, eu, Mercadante, Paulinho e Edinho (foto cortesia: Cesar Ogata)

Eu, Coca Ferraz e Mercadante na tarde de hoje em SP

Neste sábado (26), a partir das 9 horas, ocorre a Convenção Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT). O evento será realizado no Pavilhão Vermelho do ExpoCenter Norte e deve terminar por volta das 16 horas. A convenção irá homologar todas as candidaturas petistas em disputa nas eleições de 2010 no âmbito do estado de São Paulo, além da coligação constituída pela política de alianças.

Vou colocar meu nome junto ao partido para compor a chapa dos deputados federais. Acredito na necessidade de ampliação da representação do PT no interior do estado, além de fortalecer politicamente a região central na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). Nossa região é muito importante no cenário sócio-econômico paulista e precisa ter representação à altura no Congresso Nacional. Precisamos pensar grandes projetos para esta vasta região do interior e que carece de força política efetiva. Acredito que nossos laços estreitos com o Governo Lula podem potencializar isso.

Também na Convenção do PT-SP serão homologadas as candidaturas do senador Aloízio Mercadante ao governo de São Paulo, da ex-ministra Marta Suplicy ao Senado, além da chapa completa de candidaturas aos legislativos estadual e federal. Também será feito o sorteio de números para os candidatos.

Será realizada também a homologação da política de alianças que indicará a candidatura de Netinho de Paula (PCdoB) ao Senado e de Coca Ferraz (PDT) como vice-governador na chapa com Mercadante. São doze os partidos envolvidos na coligação com o PT (incluindo o próprio partido): PDT, PTN, PSDC, PRP, PSL, PTdoB, PCdoB, PR, PRB, PPL e PTC.

FALANDO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA NA UFABC

Lula, durante visita à UFABC (foto: Ricardo Stuckert)

Na última quarta-feira (23), tive a honra de ministrar na Universidade Federal do ABC (UFABC), no campus Santo André, a palestra "Educação, Ciência e Tecnologia para o desenvolvimento: avanços e perspectivas para o Brasil". Estiveram presentes ao evento membros da comunidade de docentes, técnicos administrativos, alunos e também público externo. A palestra teve a intenção de abordar as medidas que deverão ser tomadas pelo Governo Federal nos próximos anos para que o Brasil tenha mais avanços no desenvolvimento econômico e social sustentável através do tema da palestra. Fiquei feliz em estar na UFABC, que foi mais uma das universidades federais criadas no Governo Lula. Gostaria de agradecer o convite do organizador do evento, o professor da UFABC Jorge Tomioka, que disse que o sistema nacional de Ciência e Tecnologia cresceu bastante nos últimos anos e que podemos integrar e utilizar ainda mais este potencial para enfrentar os grandes problemas nacionais.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

PARABÉNS RIO CLARO


Estive hoje em Rio Claro, onde participei das atividades cívicas em comemoração aos 183 anos dessa bela e pujante cidade do interior paulista, vizinha da nossa São Carlos na região central do estado. Como convidado do prefeito Dú Altimari e da vice-prefeita Olga Salomão (estou entre eles na imagem acima, junto com a Ana), pude acompanhar o desfile realizado em frente ao tradiconal e belo Jardim Público da cidade, que hoje beira os 200 mil habitantes.

Antes do evento concedi entrevista para a TV Cidade Livre (canais 10 da NET Rio Claro e 99 analógico), que irá ao ar no programa Contexto a partir das 21 horas desta sexta-feira (25). Conversei com o jornalista Antônio Carlos sobre os mais variados temas, entre eles desenvolvimento regional e política. Vale à pena conferir. Deixo aqui um forte abraço a todos os nossos irmãos rio-clarenses!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

NOS BAILES DA VIDA...

Eu e a Ana no baile do ICIB

Compareci ao ICIB (Instituto Cultural Ítalo-Brasileiro) na noite de ontem (22) para o baile de encarramento dos 2º Jogos Municipais da Melhor Idade 2010, que aconteceram entre 10 a 21 de junho em São Carlos. No baile, o que não faltou foi muita disposição. Parabéns aos vários casais dançarinos. Gostaria de destacar o empenho dos participantes do jogos, cujas modalidades em disputa foram atletismo, buraco, dominó, dama, xadrez, coreografia, dança de salão, bocha, truco, natação, tênis de mesa, malha e vôlei adaptado. Ano que vem tem mais!

ENCONTRO NO INSTITUTO DE FILOSOFIA EM SÃO CARLOS

Estive presente na última segunda-feira (21) como conferencista à Semana de Apresentações de Pesquisa do Instituto de Filosofia Santo Tomás de Aquino (INFISTA), organizado pela diocese de São Carlos. Com a presença do bispo diocesano Dom Paulo Sérgio Machado (na imagem, no centro, ao meu lado) e de vários seminaristas e professores do INFISTA, tive a honra de abrir o evento falando sobre o tema “A importância da pesquisa e do pesquisar”.

terça-feira, 22 de junho de 2010

NAS ONDAS DO RÁDIO EM IBATÉ


Gostaria de levar um abraço todo especial aos moradores da cidade de Ibaté, nossa querida vizinha de São Carlos. Lá estive na manhã de ontem (21), onde concedi entrevista ao vivo na rádio Encanto do Planalto, em programa ancorado pelo radialista Augusto Netto (na foto, comigo). Ibaté cresceu muito nos últimos 20 anos e hoje já supera os 30 mil habitantes. Muitos ibateenses trabalham em São Carlos e vice-versa afinal, a rodovia Washington Luís, no trecho de apenas 12 km que separa as duas cidades, virou uma grande avenida. Aproveito para adiantar os votos para todos os ibateenses pelo aniversário da cidade, que será comemorado na próxima quinta-feira (24). Ibaté completa 117 anos. Muito sucesso e prosperidade para toda a sua gente!

domingo, 20 de junho de 2010

URGE RECUPERAR A EDUCAÇÃO PÚBLICA EM SP

Cumprir metas não é algo que faça parte do universo do governo no estado de São Paulo. Estamos no 16º ano de PSDB à frente do principal estado da nação, que dia após dia diminui sua participação outrora gloriosa no cenário nacional. José Serra deixou o governo e não cumpriu mais de 40% das metas com que se comprometeu no Plano Plurianual de SP. Para um crítico tão severo do PAC do Governo Federal, o desempenho de Serra é desastroso e ainda há os que o defendem como “bom gestor”.

Atenho-me neste artigo ao pior legado do PSDB para nós paulistas: a aniquilação da qualidade da educação pública. Esse processo teve início há mais de duas décadas, quando o mesmo grupo político iniciava seu ciclo de governo no estado. Na época, o secretário de educação era o mesmo de hoje: Paulo Renato Souza, nomeado por Serra. Digamos que ele iniciou e agora voltou para sacramentar o desserviço prestado a três gerações de paulistas.

Como se não bastasse, ele foi também ministro de FHC, e marcou sua gestão pelo impedimento de expansão das universidades e escolas técnicas federais (Lei 9.649/98). A carência de profissionais que atrapalha o vertiginoso crescimento do Brasil de hoje está diretamente relacionada a essa ação irresponsável. Ela responde também pelas deficiências recentemente demonstradas pelos professores no exame feito pelo próprio secretário, já que foram formados, em larga escala, em desqualificadas faculdades privadas que proliferaram durante sua gestão no MEC. Parece ironia do destino, mas diz o ditado que quem planta, colhe!

Ainda bem que o presidente Lula corrigiu também aí os graves erros cometidos por FHC. Por meio da Lei 11.195/05, a União retomou a iniciativa de formar profissionais qualificados. Resultado: em oito anos, saltamos de 140 para 214 escolas técnicas, 16 novas universidades federais e 124 novos campi pelo interior do país, a maior expansão educacional alcançada por um governo em nossa historia republicana. Parece incrível, mas como o PSDB não aprende com seus erros, não se preocupa com nossa juventude e não vê a educação como política estratégica para o desenvolvimento e construção da cidadania, um deputado federal tucano de São Paulo fez de tudo para impedir a aprovação dessa iniciativa do presidente Lula na Comissão de Educação da Câmara. Felizmente, ele e seu PSDB foram derrotados pela maioria para felicidade geral da nação.

Voltando a São Paulo, onde a Educação regrediu em todos os aspectos, é lamentável que pais e mães olhem pra um filho que sai do terceiro ano do Ensino Médio tendo conhecimento equivalente ao do último ano do Ensino Fundamental. É triste verificar que toda uma trajetória profissional e de vida pode estar comprometida pelo tratamento inadequado dado pelos tucanos à principal política pública com a qual um governo deve se preocupar. Falo com a autoridade de quem, quando prefeito de São Carlos, aplicou 33% do orçamento municipal em Educação.

Mas há um alento para o progressivo caos educacional provocado pelo PSDB em São Paulo. Temos na pessoa do senador Mercadante uma esperança de reversão desse quadro. Isso é assunto para o próximo artigo.

sábado, 19 de junho de 2010

UMA LINDA HOMENAGEM AO EDINHO

Edinho Silva e eu na noite desta sexta-feira (18) em Araraquara

Na noite de ontem a comunidade de Araraquara prestou através da Câmara Municipal da cidade um ato mais do que merecido para o amigo Edinho Silva, nosso presidente estadual do PT. Num evento que contou com grande parte das lideranças políticas e da sociedade civil da região central do estado de SP, Edinho recebeu o título de Cidadão Araraquarense. Um bela e justa homenagem ao Edinho, que está em seu segundo mandato consecutivo no comando do PT-SP e já desempenhara com brilhantismo dois mandatos como vereador e outros dois como prefeito de Araraquara. Parabéns, companheiro!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

RECURSOS PARA A CIDADE DA ENERGIA MOSTRAM COMPROMISSO DO GOVERNO FEDERAL

Ministro Padilha, prefeito Barba e eu, ontem à noite em São Carlos

A liberação dos recursos que devem ser aplicados na duplicação da rodovia municipal Guilherme Scatena, que dará acesso à Cidade da Energia, é uma prova da importância estratégica deste projeto para o Governo Federal. O anúncio oficial, que será feito no dia 28 de junho pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto, e informado previamente ontem à noite pelo ministro das Relações Institucionais Alexandre Padilha aqui em São Carlos, mostra a dimensão do projeto para o governo Lula.

A Cidade da Energia representa uma concepção de vanguarda onde São Carlos saiu na frente oferecendo ao Governo Federal a possibilidade, em parceria com Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), de usar o know how dos institutos de pesquisa do município para o desenvolvimento de soluções para uma área estratégica nos tempos atuais que é a da energia. São Carlos ganha com a Cidade da Energia mais status e um concreto salto no seu desenvolvimento, pois teremos uma feira permanente sobre o tema no município e grandes empresas e pesquisadores estarão atuando em conjunto na cidade.


O governo Lula jamais relegaria o projeto da Cidade da Energia para um segundo plano, como a oposição local tentou incutir na cabeça da população. Temos um presidente que faz uma política de preparação do Brasil para as futuras gerações e a Cidade da Energia é parte importante deste projeto, por isso fomos buscar sua implementação em São Carlos.

O dinamismo econômico de São Carlos crescerá ainda mais com a Cidade da Energia. Este investimento gerará outros processos que promoverão maior inclusão social, oportunidades de emprego em todos os setores, quer seja na indústria, no de serviços ou no comércio. A Cidade da Energia é um marco na história de São Carlos.

Outra informação importante: a Abimaq irá inaugurar seu escritório em São Carlos no dia 28 de junho, mesmo dia previsto para a visita do ministro Barretto à cidade.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

FICHA LIMPA TERÁ EFEITO RETROATIVO: MAIS UM GRANDE AVANÇO DA ÉTICA NA POLÍTICA

* TSE diz que Lei da Ficha Limpa se aplica a processos anteriores à sua edição


Em resposta a uma consulta, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram na noite desta quinta-feira (17) que as regras da Lei da Ficha Limpa deverão ser aplicadas nas Eleições 2010, inclusive para os casos de condenação anteriores à vigência da lei.

A tese vencedora foi do relator ministro Arnaldo Versiani, para quem não se trata de retroatividade e sim de aplicação da lei conforme aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente da República.

A Lei Complementar 135/2010 ficou conhecida como Lei da Ficha Limpa porque estabelece que candidatos que tiverem condenação criminal por órgão colegiado, ainda que caiba recurso, ficarão impedidos de obter o registro de candidatura, pois serão considerados inelegíveis.

A consulta apresentada questionava, entre outras coisas, se a “lei eleitoral que alterar as causas de inelegibilidade e o período de duração da perda dos direitos políticos se aplicaria aos processos em tramitação, já julgados e em grau de recurso, com decisão onde se adotou punição com base na regra legal então vigente”.

A posição do TSE foi firmada por maioria de votos. Mais uma grande vitória da democracia e da ética em nosso país!